Dólar
R$ 5,54
-0.077%
Euro
R$ 6,04
-0.084%
Peso argentino
R$ 0,01
+0.711%
Bitcoin
R$ 376,628,03
+0.404%
Bovespa
127,652,06 pontos
-1.39%
Geral Hexacampeões

Hexacampeões são recebidos com festa no Rio

Acompanhados do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, delegação brasileira desembarcou nesta segunda (26) após conquista da Copa do Mundo de Beach Soccer em Dubai

26/02/2024 às 10h59 Atualizada em 01/03/2024 às 12h11
Por: Roberta Oliveira Fonte: CBSB.COM.BR
Compartilhe:
Hexacampeões são recebidos com festa no Rio
Campeões mundiais, os jogadores da seleção brasileira de beach soccer foram recebidos com festa na tarde desta segunda-feira (26) no Rio. Torcedores e familiares promoveram uma batucada no saguão do aeroporto internacional Tom Jobim para celebrar a conquista da Copa do Mundo FIFA nos Emirados Árabes.
 
Na noite de domingo (25), em Dubai, o Brasil consolidou a hegemonia do futebol brasileiro de areia ao derrotar a Itália, por 6 a 4, na final da competição. Foi a sexta conquista da Seleção, que venceu também em 2006, 2007, 2008, 2009 e 2017.
 
“A conquista do hexacampeonato da Copa do Mundo entrou para a história da modalidade. O nosso objetivo é cada vez mais oferecer as melhores condições para que as seleções conquistem dentro de campo os seus títulos. Vamos investir ainda mais no Beach Soccer para o ciclo do heptacampeonato”, afirmou o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, que assistiu à decisão no Dubai Design District Stadium ao lado do presidente da FIFA, Gianni Infantino. Integrante do Conselho da Fifa, Ednaldo Rodrigues participou também da cerimônia de premiação da delegação brasileira.

Campanha histórica

O Brasil chegou ao título numa campanha fantástica. Invicto, o time venceu todos os adversários. Antes de derrotar o Irã no sábado (24) na semi, o time comandado por Marco Octavio venceu Omã, Portugal, México e Japão nesta edição do Mundial. Além do troféu de hexa, o goleiro Tiago Bobô conquistou a Luva de Ouro e o ala Mauricinho recebeu a Bola de Prata como o segundo melhor jogador do Mundial.

Emoção dos atletas e familiares

No pódio após a conquista, o fixo Bruno Xavier deu um abraço emocionado em Ednaldo Rodrigues e contou ao site da CBF o que disse ao presidente da CBF.

“Eu o agradeci porque a presença dele inspirou muito, nós, atletas, e a comissão. Estar presente é muito importante hoje. Ali foi uma gratidão, a presença dele nos fortaleceu muito, ter o nosso líder conosco, à frente. Foi um abraço de toda a nação brasileira ao nosso representante, a CBF hoje representa o maior futebol do mundo”, disse.

Pivô da Seleção Brasileira e eleito o melhor jogador do mundo, Rodrigo comentou a emoção de retornar ao Brasil e receber o abraço da torcida e dos familiares.

“Satisfação imensa, sensação de dever cumprido. Graças a Deus, estamos com esse título, a sexta estrela tão sonhada, esse hexa maravilhoso, reencontrar nossa família, todos que apoiaram a gente, nos deram essa energia positiva. Agora é descansar e aproveitar esse título maravilhoso”, descreveu.

A família de Catarino foi a primeira a chegar e teve a presença da mãe do jogador, Maria José, acompanhada da esposa, Michelle, e do filho, César. Maria José revelou que a família passou mal ao assistir à decisão diante da Itália.

“O pai dele assistiu ao jogo, nervoso e tomando água. Eu passei mal. Minha pressão foi a 15. Nervosa de ver o filho e todo mundo lutando pelo hexa, né. Foi emocionante, quando terminou, eu saí gritando. E agora é a emoção mais ainda de receber o meu filho e todos eles”, comemorou.

Romário acompanha conquista em Dubai

Tetracampeão com a Seleção Brasileira em 94, o ex-jogador e atual senador Romário (PL-RJ) acompanhou o título do Brasil em Dubai e parabenizou a equipe pela conquista e a CBF pelo investimento que tem feito na modalidade.

“Tem que respeitar. Nós, do futebol de campo, somos penta e o beach soccer passou. Mais um motivo para a gente respeitar esses caras, entender que eles não chegaram de paraquedas aonde eles aonde chegaram, são merecedores de tudo que está acontecendo”, exaltou.

“Parabenizar a CBF pela conquista, o presidente da CBF por entender que esse é um esporte que deve ser olhado dessa forma, com carinho e com respeito. Por isso que o beach soccer trouxe esse hexa para todos nós”, acrescentou.